quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Aprender a Ser mais Feliz


É impossível querer possuir em todos os momentos estabilidade interior, porque umas vezes sentimos equilíbrio, outras desequilíbrio, esta inconstância é permanente e normal.

As pessoas não conseguem manter sempre as mesmas emoções, isto é, umas vezes sentem-se tristes, ansiosas, agitadas, outras vezes, contentes e tranquilas. As nossas emoções são dinâmicas. Precisamos de encontrar equilíbrio interior, mas devemos considerar normal todas as alterações de humor, se as mesmas não oscilarem frequentemente.

As características pessoais têm uma força determinante na constância das emoções. O ser humano é muito complexo e muitas vezes sem termos consciência do que aconteceu, tanto os sentimentos como o humor, alteram-se.

É importante desenvolver autoconsciência para sabermos quem somos, como funcionamos e como nos relacionamos. Assim, aprendemos a lidar melhor com as nossas fragilidades, quer sejam causadas por fatores internos ou externos presentes na dinâmica existencial.

Desenvolver autoconhecimento, isto é, conhecer as nossas características, qualidades, imperfeições, torna-nos menos vulneráveis, sofremos menos, contribui para o nosso bem estar e para construir relacionamentos mais harmoniosos. As oscilações de humor são menos frequentes, conseguindo a estabilidade emocional desejada.

As dificuldades nunca terminam, a forma de as encarar e ultrapassar é que pode ser diferente em função da nossa estrutura pessoal. Aceitar correr alguns riscos é saudável, faz-nos crescer interiormente e com melhor consciência do que somos, podemos evitar alguns dissabores, outros porém, são imprevisíveis. Quando os problemas aparecem têm de ser resolvidos e não contornados.

A melhor maneira de enfrentar as dificuldades, é no momento em que se aprende a lidar melhor com as emoções e quando se tem consciência de quem somos, sem esquecer de retirar alguma aprendizagem com os erros cometidos. Se não existir essa aprendizagem sofremos continuamente, cometemos repetidamente os mesmos erros e esse sofrimento é desnecessário.

Os obstáculos são superados com maior tranquilidade, quando existe melhor consciência de quem se é, aprende-se também a ser mais feliz.

Conseguir ser mais feliz é ter a capacidade de retirar conhecimento dos momentos de fracasso.