sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

O que é perturbação da ansiedade?


Perturbação da Ansiedade Generalizada 


As preocupações são intermináveis, estamos frequentemente a pensar no que fazer, com a nossa vida profissional ou domestica, com os filhos, com a escola, com as  relações afetivas.

Este ciclo de preocupações não tem fim… são inquietações persistentes e desmesuradas. Os pensamentos não têm fim, porque as preocupações também não. Sente-se um desgaste físico e psicológico. Desejando evitar essa exaustão e acabar com as preocupações, mas nada parece estar ao nosso alcance para as eliminar.

Não adianta referir às pessoas que sofrem de ansiedade generalizada para relativizarem as coisas, para ver que nem tudo é mau, porque a pessoa em questão, desvaloriza o que lhe dizem, afiançando que tem todos os motivos para se preocupar e que tem de se acautelar para o que pode vir.
  
É necessário que a pessoa faça uma consulta de psicologia quando apresenta alguns destes sintomas físicos.A ansiedade pode apresentar várias formas – ansiedade social fobias, ataques de pânico, fobias, ansiedade e social.

A Perturbação da Ansiedade Generalizada é o acumular de excessivas e constantes preocupações do nosso dia-a-dia, associadas a sintomas físicos, para os quais não existe uma razão aparente que os explique, tais como, perturbações do sono, dificuldades de concentração, agitação, cansaço, irritabilidade, dores no corpo, desregulação hormonal com alterações no peso ou na libido, dores gástricas, como por exemplo, síndrome do Cólon Irritável).

Neste tipo de perturbação, existem enormes dificuldades e uma grande angústia, em tomar decisões quotidianas e, em lidar com a incerteza. Afetando o próprio raciocínio, não sabendo que atitudes tomar perante determinadas situações, nem quais as consequências inerentes a cada decisão. 

Estes motivos a um funcionamento pessoal disfuncional, em que a pessoa manifesta comportamentos contraproducentes. Ao sentir uma extrema dificuldade em tomar decisões, a pessoa evita e adia frequentemente as situações que lhe causam ansiedade. Acumulando desta forma, maior tensão interior.  

É importante realizar um diagnóstico, o mais precoce possível, porque a perturbação da ansiedade generalizada é gradual e, sem tratamento adequado a pessoa vai-se sentindo cada vez pior, principalmente se o seu dia-a-dia for um stress permanente.


A característica principal da ansiedade generalizada, é a preocupação constante, exagerada e incontrolável acerca de coisas do dia-a-dia, independentemente de serem pouco ou muito importantes
As pessoas com este tipo perturbação, percepcionam as situações com que se deparam com muito dramatismo, a sua visão das coisas é sempre negativa e as consequências têm uma gravidade excessiva.



Nada é Tão Fatigante Como a Indecisão

 A fadiga (do homem da cidade) é devida a inquietações que poderiam ser evitadas por uma melhor filosofia da vida e um pouco mais de disciplina mental. A maior parte dos homens e mulheres não governam eficazmente os seus pensamentos. Quero com isto dizer que eles não podem deixar de pensar nos assuntos que os atormentam, mesmo quando nesse momento nenhuma solução lhes podem dar. Os homens levam muitas vezes para a cama as suas inquietações em matérias de negócios e, durante a noite, quando deviam ganhar novas forças para enfrentar os dissabores do dia seguinte, é nelas que pensam, repetidas vezes, embora nesse instante nada possam fazer; e pensam nos problemas que os inquietam, não de forma a encontrar uma linha de conduta firme para o dia seguinte, mas nessa semi-demência que caracteriza as agitadas meditações da insónia.
De manhã, qualquer coisa dessa demência nocturna persiste ainda neles, obscurece-lhes o julgamento, rouba-lhes a calma, de forma que qualquer obstáculo os enfurece. O homem sensato só pensa nas suas inquietações quando julga de interesse fazê-lo; no restante tempo pensa noutras coisas e à noite não pensa em coisa nenhuma. Não quero dizer que numa grande crise, por exemplo, quando a ruína está iminente, ou quando um homem tem razões para suspeitar que a mulher o atraiçoa, seja possível, a não ser a alguns espíritos excepcionalmente disciplinados, afastar o tormento nos momentos em que nada se pode fazer para o remediar. Mas é perfeitamente possível afastar as pequenas inquietações de todos os dias, a não ser que seja necessário enfrentá-las. É surpreendente como a felicidade e a eficiência aumentam quando se cultiva um espírito ordenado que pensa adequadamente no momento preciso em vez de inadequadamente em todos os momentos. Quando uma decisão difícil tem de ser encontrada, logo que se reúnem todos os dados aplica-se ao assunto a melhor reflexão e decide-se; essa decisão, uma vez tomada, não deve ser corrigida, a não ser que se chegue ao conhecimento de novos factos. Nada é tão fatigante como a indecisão e nada é tão fútil.
 
Bertrand Russell, in A Conquista da Felicidade.